submarino

sexta-feira, 4 de julho de 2014

O Poder da Mente Humana é retratado no cinema

Não é de hoje que o pensamento humano é alvo de cientista que tentar responder perguntas até então irrespondíveis:

Como é o processo de construção do pensamento?
O pensamento tem poder de transformar a matéria?

Tentando responder a ultima questão, a indústria de entretenimento intervém nesse debate.  Desde o ano de 1963 a Marvel Comics se lança na discussão com a revista em quadrinho os X-Men. Anos depois, as sagas dos mutantes se expandiram para o cinema e televisão, e no ano 2000 viu a estreia bem-sucedida do primeiro filme nas telas de todo o mundo.
Você ai leitor do outro lado do monitor pode estar se perguntando nesse momento se eu estou louco. Ao mesmo tempo se pergunta: Onde há demonstrações de poder da mente humana no filme X-Men?
As respostas são obvias: Magneto é capaz de movimentar metais apenas com a mente. O Prof. Charles Xavier entrar na mente de outra pessoa. Jean Grey assim como o tutor e Magneto podem manipular objetos e “invadir” a mente humana.

Após a batalha com os Sentinelas, gigantescos robôs criados por Bolívar Trask (Peter Dinklage), No futuro, os mutantes se tronam a principal ameaça a paz mundial. Os poucos sobreviventes precisam viver escondidos, caso contrário serão também extintos. Entre eles estão o professor Charles Xavier (Patrick Stewart), Magneto (Ian McKellen), Tempestade (Halle Berry), Kitty Pryde (Ellen Page) e Wolverine (Hugh Jackman).
Os cinco sobreviventes que buscam um meio de evitar que os mutantes sejam aniquilados.

O único meio encontrado é enviar a consciência de Wolverine em uma viagem no tempo, rumo aos anos 1970. Lá, ele tem a missão e encontrar os jovens (até então inimigos) Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) para que, juntos, impeçam que a Mutante Mística Raven/ Mística (Jennifer Lawrence) cometa um crime capaz de mudar o cenário impiedoso do futuro.
Em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido percebe-se o quanto cinema tem se rendido as novas descobertas da ciência no campo na mente humana. Na visão do Prof. Charles Xavier, explica-se como o pensamento e o cérebro humano são capazes de fazer coisas além da imaginação.

O que é retratado no longa, vem ao encontro das novas descobertas da ciência no ramo da ciência noetica e neurociência. A primeira atesta que, além do pensamento conceder ao homem poderes sobre-humanos, diz que o pensamento são responsáveis, segundo Buda, que o mundo é criado por nossos pensamentos. A segunda ciência, explica como se desenvolve a construção do pensamento.

Como podemos concluir tantos em filmes de Hollywood como X-Men e Matrix e também em livros: O Símbolo Perdido, O Segredo, A Lei da Compensação Divina, etc., o poder do cérebro humano é uma fonte inesgotável de mistérios e poderes. Só no resta saber como será usado este poder e quando o homem poderá domina-lo?




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...